Ho’oponopono: usar o japamala ou não?

 em Lifestyle, Meditação

A palavra havaiana ho’oponopono tem como significado algo como “corrigir um erro”. É uma técnica de meditação que não demanda posições específicas, como o yoga, ou desligamento do mundo exterior. Pelo contrário, uma grande característica do ho’oponopono é melhorar o relacionamento com outras pessoas, portanto, a pessoa não terá mais benefícios se estiver sozinha ao realizá-lo.

A base do ho’oponopono é a ideia de que tudo que entendemos como realidade são sensações individuais, criadas pela nossa mente. Seguindo essa linha, todos os problemas que vivemos foram criados de forma irracional por nós mesmos e podem ser resolvidos de dentro para fora.

Há quatro mantras principais no ho’oponopono: Sinto muito, me perdoe, eu te amo e sou grato. Essas quatro palavras são ligadas a alguns dos sentimentos mais libertadores do ser humano, como arrependimento, perdão, humildade, amor e gratidão. Não existe uma regra quanto ao número de repetições do mantra ou de qual é a forma correta de realizar o ho’oponopono. Algumas pessoas podem demorar mais para se conectar com seu “eu interior”, outras conseguem na primeira repetição.

É importante ter em mente que o ho’oponopono não é uma prática religiosa, apenas uma técnica que auxilia no autoconhecimento e no entendimento de que seus pensamentos e seu subconsciente afetam positiva e negativamente nas suas vivências, portanto, é importante saber se perdoar, se amar e assumir que tudo que acontece na sua vida é de sua responsabilidade, não do ambiente ou das pessoas ao redor.

 

Principais benefícios do ho’oponopono:

 

  • Maior controle da sua vida: É muito tentador culpar as pessoas ao redor ou qualquer outro fator, ao invés de assumir a culpa pelos próprios problemas. Mas isso também causa a sensação de impotência, pois parece que não temos o controle de nada. Ao aceitar sua influência em tudo que acontece na sua vida, é mais fácil assumir o controle e entender que você tem força para mudar.
  • Desprendimento de traumas: O ho’oponopono funciona como uma limpeza mental, que ajuda a pessoa a seguir adiante e deixar para trás os traumas do passado. Sendo assim, todas aquelas lembranças de dor e sofrimento são neutralizadas e podem ser substituídas por memórias positivas.
  • Melhora nos relacionamentos: Entender que as outras pessoas não são responsáveis por tudo que acontece de errado na sua vida melhora consideravelmente os relacionamentos, certo? Além disso, recitar o mantra para a pessoa com quem está tendo problemas mostra que você baixou a guarda e está decidido a enfrentar os problemas junto com a pessoa.

 

Como praticar ho’oponopono?

 

Tudo depende do motivo da repetição dos mantras. Para começar, é interessante repeti-los para você mesmo, como “Maria, sinto muito, me perdoe, eu te amo, sou grata”. Por que isso é legal? Porque é difícil se conectar com outros se não tiver se conectado com você mesmo antes. Da mesma forma, você pode repetir o mantra trocando seu nome pelo nome da pessoa com a qual está experimentando problemas.

Como foi dito anteriormente, não há regras na prática de ho’oponopono. Não importa o local onde a prática é realizada, quando, onde ou se a pessoa prefere utilizar acessórios, objetos ou talismãs ou não.

 

Posso utilizar japamalas para meditação ho’oponopono?

 

A relação entre japamalas e ho’oponopono é um pouco controversa. Muitos estudiosos e terapeutas acreditam que o japamala é essencial na prática, outros acreditam que não há necessidade de repetir o mantra 108 vezes, já que não há uma regra sobre o número de repetições necessárias no ho’oponopono, sendo algo que varia de pessoa para pessoa.

Caso opte pela utilização de um japamala, a meditação ho’oponopono segue princípios parecidos com as técnicas de meditação budista. Com a mão esquerda, basta começar a puxar as contas com o polegar até o dedo do meio em sua direção cada vez que o mantra for repetido, começando após o meru.

Você já conhecia a meditação ho’oponopono? Caso pratique, conte para nós se costuma realizá-la com ou sem o japamala.

 

Boas práticas!

 

Conteúdo produzido por Mãos Ocupadas. A cópia e distribuição é autorizada desde que citada a fonte.

Fontes:
Imagem de destaque: https://blog.app-zen.com

Conheça nossa coleção “Os Quatro Elementos” + Elemento Éter

veja todos os japamalas mãos ocupadas
Postagens Recomendadas

Deixe um Comentário

0

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

Músicas para meditarKadampa: Conheça o método budista contemporâneo